Pesquisas e outros recursos
sobre como a liberdade religiosa
é boa para os negócios

AÇÃO DOAÇÕES

Category Archives: Brazil

Liberdade Religiosa – Premiação aos líderes empresariais

21 Dec, 2015

Nesta terça-feira, 15 de dezembro de 2015, o Dr. Ricardo Leite, Carlos Wizard Martins, a jornalista Jô Ribes e o assessor Jayme Eduardo se encontraram com o Governador Pezão, do Rio de Janeiro. Na reunião, foi discutido o apoio do Governo do Rio de Janeiro ao projeto de premiação aos líderes empresariais que se destacam pelo exercício de políticas de redução à intolerância religiosa e cultural. Trata-se de uma iniciativa conjunta desenvolvida pela ALRN em conjunto com a United Nations Global Compact.


DSC07122
DSC07127

DSC07125

Tolerância e respeito estão na pauta da 2ª. Edição da Frente Parlamentar Mista pela Liberdade Religiosa, 18/12/15

8 Dec, 2015

Encontro que reúne líderes religiosos, autoridades governamentais, entidades e setor empresarial, vem discutir os desafios e enfatizar a manutenção da paz
Os ataques terroristas de 13 de novembro acabaram por “assustar” nações em diversas partes do mundo. Até, no Brasil, um dos países com as menores restrições governamentais e sociais no tocante à liberdade religiosa, segundo a pesquisa da Pew Research*, houve reflexos. O preconceito gerado pelo medo do desconhecido parece querer mudar esse retrato.
Recentemente a Comissão de Liberdade Religiosa, da OAB São Paulo, recebeu depoimentos de mulçumanos que foram intimidados enquanto circulavam pela cidade, sendo chamados de terroristas. Mas, esse não é um caso isolado. Preconceitos no trabalho, ou no dia a dia por conta de religião são recorrentes. A questão é saber como evitar que atos de ignorância, ou de intolerância interfiram no nosso direito à religiosidade.
Este e outros casos serão discutidos durante a 2ª. Edição da Frente Parlamentar Mista Pela Liberdade Religiosa, que acontece no dia 02 de dezembro, às 11h no Plenário Ulisses Guimarães, na Câmara dos Deputados, em Brasília, com transmissão ao vivo pela TV Câmara. A partir desse encontro serão discutidos possíveis projetos de lei que visem à inibição desses atos contrários ao direito da religiosidade. “O objetivo desta Frente Parlamentar é garantir a liberdade do exercício religioso bem como assegurar a cada cidadão o direito ao livre exercício aos cultos religiosos e a proteção aos locais sagrados e de suas liturgias e propor alternativas para resoluções de problemas relacionados à liberdade e esses entraves no exercício religioso”, afirma Moroni Torgan, presidente da Frente Parlamentar Mista de Liberdade Religiosa.
O evento, que contará com a presença de diferentes religiões, entidades religiosas e empresariais, ateus agnósticos, além do público interessado, tem a organização da Associação pela Liberdade Religiosa e Negócios (ALRN), a Associação Brasileira de Liberdade Religiosa e Cidadania (ABLIRC) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional São Paulo, e cooperação de diversas entidades religiosas e empresariais.
Sobre a Frente Parlamentar
A Frente Mista Pela Liberdade Religiosa foi criada em fevereiro deste ano pelo Deputado Federal, Moroni Torgan (DEM-CE), que hoje também está à frente da Frente Parlamentar de Segurança Pública e foi autor da proposta de instalação da CPI do Narcotráfico (1991).
Com o slogan: Não basta acreditar. Devemos respeitar! A Frente Parlamentar pela Liberdade Religiosa tem hoje a participação de 207 deputados signatários e 12 senadores.
Como consta no estatuto da Frente Parlamentar, cada religião deve ser respeitada em suas tradições e valores e esta liberdade é um patrimônio social dos brasileiros que deve ser resguardada para a construção de uma sociedade de paz e de misericórdia.
A Frente Parlamentar Mista Pela Liberdade Religiosa convida a sociedade como um todo, representada pelas diversas lideranças religiosas, civis e autoridades, para que mostrem ao mundo que a convivência e respeito são possíveis e merecem a nossa defesa.

 

FONTE: FOLHA DO SERTÃO

 

 

Sessão Solene Pela Liberdade Religiosa

3 Dec, 2015

O Dr. Ricardo Cerqueira Leite integrou a mesa que presidiu os trabalhos da Sessão Solene ocorrida em 02 de dezembro de 2015, às 11:00 horas no Plenário do Congresso Nacional. A sessão foi presidida pelo Deputado Federal Moroni Torgan, presidente da Frente Parlamentar pela Liberdade Religiosa. O objetivo dos trabalhos fora dar a oportunidade para que líderes religiosos e parlamentares se manifestassem acerca do direito fundamental da Liberdade Religiosa. O Dr. Ricardo acrescenta: “O Brasil tem uma vocação natural para lidar com a diversidade religiosa e cultural. Temos desafios, mas quando comparamos a realidade brasileira com outros países, a conclusão é que somos um país com os menores índices de restrições governamentais ao Direito Fundamental da Liberdade Religiosa. Em sessão solene ocorrida no Plenário do Congresso Nacional, tive o prazer de acompanhar os trabalhos do Excelentíssimo Deputado Federal Moroni Torgan, presidente da Frente Parlamentar pela Liberdade Religiosa. Eis uma iniciativa digna de nota que demonstra, de forma institucional, a vocação do Brasil. Apesar dos desafios políticos que o país atravessa, há muita coisa boa a ser feita e, felizmente, há parlamentares que ainda se dedicam a causas nobres e virtuosas. Saúdo o Deputado Moroni Torgan pela liderança na Frente Parlamentar”

f2

Vice-Presidente Michel Temer em encontro com a ALRN – Associação Pela Liberdade Religiosa e Negócios.

11 Dec, 2014

11 de dezembro, 2014 

Na última quarta-feira (10/12), os integrantes da ALRN encontraram o vice-presidente Michel Temer. Na oportunidade o vice-presidente foi formalmente convidado a participar da Premiação Global pela Liberdade Religiosa – Rio2016, sendo um dos apresentadores das premiações.

Na foto, o vice-presidente Michel Temer encontra-se com Gregory Clark, Ricardo Leite e Romanna Remor. A Deputada entrega ao vice-presidente um material desenvolvido pelo UM Global Compact, com apoio da RFBF. Ao lado de Michel Temer está o empresário Carlos Wizard Martins, que também é um grande apoiador da liberdade religiosa.

(Na foto, o vice-presidente Michel Temer encontra-se com Gregory Clark, Ricardo Leite e Romanna Remor. A Deputada entrega ao vice-presidente um material desenvolvido pelo UM Global Compact, com apoio da RFBF. Ao lado de Michel Temer está o empresário Carlos Wizard Martins, que também é um grande apoiador da liberdade religiosa.)

A Premiação Global reconhece as empresas pelos melhores avanços e inovações ao aprimorar o respeito pela liberdade religiosa. Medalhas de ouro, prata e bronze – com prêmios em dinheiro que as empresas destinam a organizações que promovem a liberdade religiosa – são concedidas em quatro categorias distintas: multinacionais, pequenos negócios, empreendedores e mulheres.

A Premiação Global pela Liberdade Religiosa – Rio 2016 é organizada pela RFBF (Religious Freedom and Business Fundation) e conta com o apoio do governo e de sua filial local – a ALRN. O Rio de Janeiro, em 2016, sediará a primeira premiação desse tipo, em concomitância com os Jogos Olímpicos. No futuro, a premiação se repetirá a cada dois anos, nas respectivas sedes dos Jogos Olímpicos de Inverno e Verão.

Michel Temer já mantinha contato com integrantes da ALRN e sempre demonstrou interesse em apoiar a causa da liberdade religiosa. A Deputada Romanna Remor, membro da ALRN, foi quem iniciou os contatos com o vice-presidente, inclusive participando de uma reunião em encontro pessoal na qual apresentou os estudos que identificam o Brasil como um campeão mundial em liberdade religiosa.

Desde o primeiro contato o vice-presidente mostrou disposição em apoiar a iniciativa de levar ao mundo o sucesso brasileiro na liberdade religiosa.

O convite foi feito durante o evento Organizado pelo Grupo Doria e Grupo LIDE – Líderes Empresariais, que aconteceu no Hotel Hyatt, em São Paulo. Na ocasião, reuniram-se diversos empresários para participar de debates e fóruns sobre como as entidades privadas podem apoiar e participar em iniciativas relacionadas à sustentabilidade, educação e responsabilidade social.

Nova imagem15

Groundbreaking Publication – BUSINESS: A Powerful Force for Interfaith Understanding and Peace

17 Sep, 2014

*** UPDATE: UN Secretary-General Ban Ki-moon to gave keynote address at the launch of this new, groundbreaking publication on Aug. 29, at UNAOC, Bali, Indonesia, during the side event organized by the Indonesia Global Compact Network (IGCN) ***

IMMEDIATE RELEASE: USA and Indonesia – August 21, 2014: The UN Global Compact Business for Peace platform and the Religious Freedom & Business Foundation announce a new resource to highlight how businesses can promote interfaith understanding and peace.

The resource – available here – will be introduced during the 2014 Global Forum of the United Nations Alliance of Civilizations ( UNAOC ) held in Bali, Indonesia, August 29-30. The approaches highlighted in the resource include:

  • Using Marketing Expertise to Bridge Borders: Companies can make positive contributions to peace in society by mobilizing advertising campaigns that bring people of various faiths and backgrounds together, as seen in Coke Serves Up Understanding Across Borders.

  • Incentivizing Innovation: Because cross-cultural dialogue and cooperation is an essential part of daily work for multinational companies, one company, the BMW Group, incentivizes other organizations to create innovative approaches to interfaith understanding through an award organized in collaboration with the UN Alliance of Civilizations. Organizations that have won this award include a tour company in the Middle East, which offers new paths to build bridges and bring cultures together, as seen in Promoting Understanding Through Tourism in the Holy Lands. Another recognized intercultural innovator uses job placements agencies to help contribute to the religious diversity of workforces, as seen in Helping Muslim Youth in the Philippines.

  • Incubating and Catalyzing Social Entrepreneurship: Business can also provide common ground where religious differences give way to shared concern and enterprise. Opportunity and Entrepreneurship in Nigeria describes an approach modeled by a peace-building organization showing how supporting companies and new entrepreneurs in conflict-affected areas can reduce extremism. Petrobras Supporting Business Incubation for Afro-Brazilians similarly shows how company support for new small enterprises can have a significant impact in developing marginalized communities.

  • Supporting Workforce Diversity: When businesses are sensitive to the religious and cultural issues around them, they can not only increase employee morale and productivity, but also address unmet difficult social needs, as shown in Indonesia Businesses Open Their Doors to Faith and Action.

Through this collaborative publication, the UN Global Compact’s Business for Peace platform and the Religious Freedom & Business Foundation seek to raise awareness among business, Governments and other stakeholders of the ways in which business can and are contributing to interfaith understanding and peace.

“Given its role in building economies, mobilizing people around a shared purpose and pioneering cross-cultural management styles, business has an important stake in promoting intercultural and interreligious understanding. Successfully managing diversity and fostering tolerance and understanding – among employees, consumers and other stakeholders – is increasingly essential for long-term business success.”

— Georg Kell, Executive Director, United Nations Global Compact

“Business is at the crossroads of culture, commerce and creativity. This means businesses have the resources to make the world more peaceful as well as the incentive to do so. Indeed, as these case studies show, business is good for interfaith understanding, religious freedom and peace.”

— Brian Grim, President, Religious Freedom and Business Foundation

Indeed, interfaith understanding – and its contribution to peace – is in the interest of business.

  • Recent research shows that economic growth and global competitiveness are stronger when social hostilities involving religion are low and Government respect for, and protection of, the universally recognized human right of freedom is high.

  • Interfaith understanding also strengthens business by reducing corruption and encouraging broader freedoms while also increasing trust and fostering respect. Research shows that laws and practices stifling religion are related to higher levels of corruption. Similarly, religious freedom highly correlates with the presence of other freedoms and a range of social and economic goods, such as better health care and higher incomes for women.

  • Positively engaging around the issue of interfaith understanding also helps business to advance trust and respect with consumers, employees and possible partner organizations, which can give companies a competitive advantage as sustainability and ethics come to the forefront of corporate engagement with society.

  • With the shared vision of a more sustainable and inclusive global economy that delivers lasting benefits to people, communities and markets, it is clear that companies can make significant contributions to advancing interfaith understanding and peace through both core business and outreach activities. The examples in this publication offer an important step forward in providing companies with guidance on why and how they can make practical contributions in this area – in ways benefitting both their business and the societies where they operate.

Stay up to date with the weekly Newsletter!